Experiências – Citroen C4 Hatch


Boa tarde

Quando falamos de um hatch médio com tudo o que temos direito e de quebra um design legal e diferenciado, temos em mente os seguintes modelos:

  • Hyundai I30
  • Ford Focus
  • Volvo C30 T5
  • Citroen C4
  • Hyundai Veloster
  • Chevrolet Cruze

Sinto, mas não posso incluir o Fiat Bravo, Audi A3, Volkswagen Golf, Chevrolet Astra, Vectra Hatch por se tratarem de carros que embora tenham vendido bem (com exceção do Vectra Hatch) são carros que possuem pouca tecnologia embarcada e design muito modesto quando comparado com os 3 carros mencionados acima.

Estarei avaliando por 30 dias (todos os dias) o Citroen C4 Hatch GLX. O caro é um semi-novo e está com 30mil km rodados, praticamente novo considerando que o ano do carro é 2009/2010. Tecnologia e Design são os pontos fortes da marca Francesa, normalmente os itens mais criticados são: Suspensão e Consumo.

As versões do Hatch francês são: GLX, Exclusive e Solaris, esta última se difere apenas pelo fato de ter um Teto-Solar que realmente fazia falta em um carro tão moderno quando o C4. Em 2006 a Citroen trouxe para o Brasil a versão VTR do C4 Hatch, esportivo que brigava forte com o Civic SI, Golf GTI e o próprio Audi A3 que sempre teve um apelo esportivo.

O diferencial do C4 VTR além do seu Design e Potência (180cv abastecido com lixo gasolina brasileiro) , o VTR era realmente um carro Francês diferente dos atuais que são Argentinos este por sua vez vinha da Europa com todos os “mimos” que os carros brasileiros deveriam ter de série.

A falta de manutenção, falta de peças no estoque as constantes reclamações de pós-venda da marca, fizeram o C4 VTR hoje em dia ser uma opção acessível para o mercado de semi-novos, porém não recomendo uma versão que não tenha as revisões realizadas na rede autorizada, mesmo porque o custo de algumas peças podem ser até 30% do valor total do veículo.

O C4 Hatch GLX pode ser encontrado com 2 motorizações o 1.6 e o 2.0, a versão mais fraca do carro compartilha o motor do C3 1.6 que é uma excelente compra quando comparado com o 1.4 do mesmo modelo. Quando falamos de Citroen e carros que possuem 2 mecânicas, até hoje a mecânica mais forte é vantajosa, tanto no custo x desempenho quanto em manutenção e durabilidade.

Alguns proprietários reclamam da falta de potência e as trocas de óleo frequente da versão 1.6 do C4, lembrando que esta versão 1.6 veio para poder brigar no preço com a concorrência. Quem daqui se lembra do comercial do C4 com a música do Queen?

Lembro que passava o tempo todo em horário nobre, lembrando que este horário (Jornal Nacional e Novela) são os minutos mais caros da TV Brasileira. A Hyundai sempre aparece neste horário, mas sinceramente falando fiquei cansado de ouvir o narrador do comercial falando que a Hyundai tem mais potência que um foguete da Nasa e que nenhum OVNI é tão moderno quanto os carros da marca, no fundo eles trouxeram o Veloster que possui um Design bem diferenciado, mas ao pisar no acelerador a emoção deve ser a mesma de acelerar um Gol 1.0 16v ano 2000, sendo um pouco mais otimista, acho que brigaria cara-a-cara com um Palio 1.5.

Sinceramente falando o carro é bacana, porém falha na proposta esportiva e o site da Marca NÃO EXIBE OS DADOS TÉCNICOS DO MOTOR. Isso é um absurdo mas mesmo assim tem quem não liga e acaba comprando.

Para ser sincero nem sei quantas unidades são emplacadas do Veloster no Brasil, no Ranking da Fenabrave só exibe os 50 primeiros carros emplacados no Brasil, o Hyundai I30 vai bem ocupou a 38º posição do ranking, o Veloster e o Kia Cerato nem aparecem no Ranking.

Bati forte no Cerato, porque vendedores da marca falavam que o carro vendia tão bem quanto o Civic (baseado em fatos verídicos como os Contos do Marcelinho do AltaCupula).

Voltando a avaliação do C4, este também não é carro bom de emplacamento, mas a marca foca os esforços maiores no C3 do que nos carros mais caros da linha, mas isso é comum no Brasil, mercado emergente, ganha-se dinheiro vendendo carro barato e completo. Não acho que o termo “popular” seja utilizado, o pessoal de Marketing deveria inventar outro termo, popular na minha infância era carro carburado, sem ar, sem direção, sem porra porcaria nenhuma.

Hoje em dia os carros tem mais de 80cv, completos de fábrica e alguns ainda contam com opcionais que anos atrás nem como opcional era possível ter (câmbio automático, banco de couro, teto solar, etc). Um detalhe que eu acho legal dos carros hatch médio do mercado, é que todos eles atraem olhares por ondem passam, alguns normalmente não estão entre o top 20 de emplacamentos o que acaba tornando a sua presença ainda mais notável.

Em um estacionamento onde tem 7 Honda Civic, um Citroen C4 acaba atraindo olhares, mesmo que seja de forma indireta. Ao longo do Mês de Outubro vou (tentar) postar todos os dias um tópico sobre o C4, detalhes como o comportamento, consumo, estabilidade e conforto serão avaliados severamente ao longo do Mês de Outubro.

Durante a minha avaliação,  tentarei na medida do possível avaliar todos os pontos do carro, claro que alguns detalhes passarão despercebidos, por isso conto com o apoio de você caro leitor, para me ajudar a esclarecer todas as eventuais dúvidas que você possa ter a respeito do carro.

Obrigado