Dia 8: C4 Hatch


Boa noite,

Faz alguns dias que eu não publico o dia-a-dia a bordo do C4 Hatch, a última postagem foi no dia 04 e de lá para cá o comportamento do hatch francês não mudou muito.

Sinceramente falando acho que só o consumo melhorou desde a última semana, mudando de 4,5 para 5,6 abastecido no etanol e mantendo uma velocidade média de 21km/h… números péssimos porém é a realidade de SP e para você que não possui um carro com computador de bordo, não se surpreenda, o seu carro pode ser um pouco melhor, somente.

Vou detalhar algumas funções do volante do francês e depois comentar como foi dirigir ele na chuva. Acho que o único problema em relação a estética do carro é a cor dele… cor preta em SP é tenso, cidade poluída com poucos lava-rápidos decentes, fazem com que a poeira acumulada em virtude do crescimento desenfreado da cidade, a cada quarteirão uma nova construção e normalmente um prédio com 20 andares é subido… a sobe prédio, desce poeira no seu carro, percebe-se que quem trabalha em regiões onde a verticalização está em alta, o carro fica imundo ao final da semana.

Nenhuma estratégia para manter o carro limpo é válida… a cidade irá sujar ele, seja com construções ou simplesmente a famosa garoa paulista.

 

Comandos do volante

 

Piloto automático.

Para muitos esta função pode passar despercebida, mas o C4 é um dos poucos carros mecânicos com o recurso de Piloto Automático. O Agile da Chevrolet também possui tal recurso, porém é pouco divulgado nas campanhas de marketing da marca.

Acredito que as pessoas que não ligam para o piloto automático são aquelas que não foram oficialmente apresentadas a este fantástico recurso. No geral o piloto automático, mantém a velocidade cruzeiro do carro, mesmo para carros equipados com o câmbio manual, o piloto automático é literalmente uma mão na roda, para  viagens longas e exaustivas.

Não que viajar no carro seja uma tarefa difícil, porque sinceramente falando ele é um dos carros mais confortáveis que eu já viajei. Eu não estava preparado psicologicamente para ter um carro automático, acho que ainda tenho medo de arcar com um câmbio de um carro que pouco conheço. Eu teria um câmbio automático de um Honda, mas acho que não confio ainda em outra marca sem ser a tradicional Japonesa.

No entanto o carro do teste é mecânico, vamos usufruir o máximo deste câmbio de forma que a vontade em ter um Automático seja apenas passageira.

Seu acionamento é fácil, apertando somente uma vez o botão SET, a velocidade atual será fixada… porém se não me falha a memória o carro deve estar acima de 40km/h para ter o recurso acionado, abaixo disso uma mensagem é exibida no computador de bordo, alertando sobre a impossibilidade de usar tal recurso, para aumentar ou diminuir a velocidade cruzeiro, basta acionar a rodinha lateral para cima ou para baixo.

O botão de PAUSE é do rádio ok? LOL

Abaixo do botão PAUSE poderia ter outra função, ao invés disso é um botão vazio sem utilidade, não sei se na versão Exclusive (top) existe algum botão ali, mas no GLX ele não serve para nada. Os demais recursos do carro irei detalhar nos próximos tópicos.

Dirigindo na Chuva

 

As palhetas são gigantes e limpam bem o vidro, com a ajuda do ar-condicionado, dirigir na Chuva foi uma tarefa relativamente fácil, quando comparada com outros carros. Deixei o vidro um pouco molhado para tirar a foto, porque o limpador estava fazendo bem o seu papel e não dava para tirar uma foto clara da chuva.

Durante a semana vou postando mais recursos do carro.

 

Obrigado