Carro do Leitor: Renault Clio


Boa noite!

A algumas semanas recebi do nosso leitor e amigo Daniel as fotos do seu carro, trata-se de um excelente exemplar de um Renault Clio, particularmente o Clio é um carro que me agrada bastante, não só pelo fato dele ser um carro com um preço acessível, mas pelo fato dele ser um carro com design mundial é possível encontrar diversos acessórios importados que darão uma cara mais agressiva ao popular modelo francês.

Uma das tristezas que temos aqui no mercado nacional é que a Renault não produziu ou importou qualquer versão V6 do modelo, este por sua vez é encontrado no mercado Europeu. Mas as versões 1.0 e 1.6 do modelo nacional não deixam a desejar em nada para os carros que por aqui circulam.

 

O carro está completo, personalização discreta e de muito bom gosto, o jogo faróis de led dão a agressividade que o carro precisa na medida certa, além disso, escape, rodas TWS e faróis de milha completam o conjunto da obra.

 

Obrigado Daniel.

 

Envie fotos do seu carro para andre_cerberus@hotmail.com

Carro do Leitor: Chevrolet Chevette 77


Boa noite,

A algum tempo que eu estou devendo um tópico dedicado ao meu amigo Clauder de MS. Ele é um feliz proprietário de um Chevette 77, lembrando que em 1974 o Chevette levou o prêmio da revista AutoEsporte como o Carro do Ano. O Chevette é um dos poucos exemplares nacionais com tração traseira (Fusca e Opala são outros 2 exemplos), equipado com um motor 1.4 de 69 cavalos, porta malas de 150l e tanque de gasolina de 45l o Chevette foi sucesso na época pela sua economia de combustível e boa potência. O Brasil estava na crise do petróleo, carros com motores muito grandes estavam com suas respectivas datas de cut-off já assinadas…. algumas soluções foram criar carros menores com motores mais ajustados, visando principalmente economia de combustível.

Após 10 meses de muito trabalho e dedicação Clauder compartilhou com a gente algumas fotos de seu Chevy, recém reformado, com nova cor, tapeçaria, motor, câmbio, suspensão, pneus e rodas novas.

O tempo utilizado para praticamente refazer o carro foi curto levando em consideração a média, normalmente são gastos 2 anos para reformar um carro com mais de 30 anos, a facilidade veio através da internet, segundo Clauder uma parte dos componentes que seu carro utiliza foi comprada através de e-commerces ou contatos diretos através de sites relacionados.

Acredito que fazer a funilaria não tenha sido a parte mais difícil, segundo o dono o carro nunca foi batido, normalmente carros que são lisos de lata são fáceis de pintar. A dificuldade normalmente para se trabalhar com carros como Chevette, Fusca, Opala, Maverick é a mecânica e a elétrica.

Normalmente a elétrica deve ser toda refeita e isso exige muita prática, dedicação e conhecimento de quem está refazendo, caso contrário na primeira oportunidade um curto poderá levar todo o trabalho por água abaixo.

Foto do motor

A mecânica, normalmente bem cansada em carros neste ano, teve que ser totalmente refeita, como é possível ver pelas fotos, Clauber teve um grande trabalho para acertar o motor e deixar ele o mais funcional possível, mecânicos que trabalhem com mecânica carburada normalmente fazem a opção de converter para injeção eletrônica ou substituir o motor antigo por um mais novo, no caso do meu amigo a mecânica original do carro foi mantida e de quebra o câmbio do carro também foi ajustado para suportar mais alguns anos de atividade.

Foto interna do carro no momento da compra

Abaixo algumas fotos que demonstram o que muita dedicação pode fazer.

Resultado Final