Dia 03 – Mitsubishi Lancer CVT


Boa tarde

 

Me falaram que o perfil de quem compra um Lancer é uma pessoa mais nova, principalmente porque ele possui um design mais esportivo quando comparado com os concorrentes. Concordo e o Lancer é um prato cheio para quem gosta de “mudar” algumas coisas no carro.

Isso acontece porque temos 2 versões bem divertidas no carro Ralliart (Não disponível na versão Sedan no Brasil) e o mito Evolution X.

DSC_0165

As alterações mais comuns são Capô, Farol, Rodas, Suspensão e Aerofólio…. essa brincadeira toda sai caro, ainda mais para quem usa itens OEM (originais).

DSC_0206

 

Sinceramente os faróis dão um ar ainda mais invocado para o carro.

Ambos (Ralliart e Evo) são recheados de equipamentos que vão desde turbina, suspensão diferenciada, aerofólio e outros itens igualmente fodásticos. Estas versões mais apimentadas do Lancer fazem com que seus proprietários das versões MT, CVT, GT e GT AWD busquem por melhorias estéticas ou até mesmo de performance.

As alterações vão desde remapeamento de injeção, remap de câmbio, coletor de escapamento e nos casos mais extremos um Kit Turbo. Infelizmente existem poucos casos no Brasil de mudanças tão radicais no carro, eu ainda acho, que o principal motivo disso é o que as versões de entrada do Lancer é equipada com câmbio CVT (quando não manual), este câmbio não é muito famoso por preparadores, ele trabalha de uma forma bem diferente do tradicional câmbio automático. Na verdade a proposta do CVT é ser mais econômico que os carros AT convencionais e também mais econômico do que os carros MT.

A Subaru mostrou o contrário e turbinou o CVT a versão mais apimentada do Forester é turbo,o Subaru tem 260cv contra 160cv do motor original do Lancer, só um comparativo de padaria, o Forester aspirado possui 150cv (-10cv do que o Lancer) e a versão turbo conta com 110cv a mais de potência, o câmbio é exatamente o mesmo, tirando outros itens a mecânica aparentemente é a mesma (fonte: site Subaru)

 

Como eu não poderia ficar fora da estatísticas, consegui (com muita sorte) um Aerofólio OEM do Evo sucateado.

2014-04-26 14.27.10

A peça era azul, muito bonito, feita a funilaria (tava arranhado – transporte) e pintura (preto original da Mitsubishi), a furação é tranquila porque na tampa do porta-malas existem todas as marcações.

2014-03-31 07.51.46

 

Obrigado

Dia 02: Mitsubishi Lancer CVT


Bom dia
Dia de Compra.

Aproveitando que estamos com um Sedan, vamos avaliar o tamanho do porta malas. No mercado para comprar “alguns” itens para churrasco, bebidas, carne, carvão, etc…

 

2014-04-23 22.02.12

O porta malas possui amortecedores para fechar e isso é excelente, não existe o famoso “pescoço de ganso” no carro que esmaga as suas compras ou malas. Com os amortecedores você pode literalmente “forrar” o porta malas com mercadorias, o tamanho dele de 413l são muito bem utilizados.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

A primeira impressão é que ele possui um porta malas pequeno, até parece….

No momento ouvindo um black music (Real Big – Mannie Fresh)

O Civic possui 449l, como sou solteiro esse tipo de avaliação não será de grande ajuda para quem busca um carro começando pelo porta-malas. Sinceramente acho que o tamanho é adequado para a proposta do carro. Quem busca porta-malas normalmente busca um carro mais família como o Grand Siena (520l), o Corolla (novo) tem 420l.

Dentro dos seus principais concorrentes o Lancer está dentro da média e ainda conta com os amortecedores traseiros que fazem com que você aproveite ainda mais o espaço.

Na foto do porta malas cheio, tinham 11 pacotes de cerveja (lata), 6 garrafas de 2.5l de refrigerante, 2 carvões, 20kg de carne e outras coisas pequenas. No carro estavam 3 ocupantes (incluindo o motorista) e a suspensão não desceu, não raspou em lombadas, ou seja, minha opinião é que o carro não perdeu conforto com carga – quase máxima.

 

Obrigado

Dia 01: Mitsubishi Lancer CVT


Boa tarde

É um pouco difícil atualizar o blog no mesmo dia que eu faço a a avaliação, mas segue (um pouco atrasada) a avaliação do carro, ouvindo Never Gonna Come Back Down (recomendo).

 

O Lancer é um carro um pouco enjoado, seu consumo fica de médio para ruim quando abastecido com gasolina comum, minha principal teoria sobre isso é que o motorista tem que pisar muito mais para o carro responder da mesma forma quando abastecido com podium. O consumo urbano com trânsito gira em torno de 5 a 7km/l (no máximo).

O computador de bordo do Lancer exibe o consumo instantâneo, ou seja o consumo pode mudar muito até o final da rua. É uma medição bem diferente da Citroen –  que demora muito para atualizar o computador de Bordo – este tipo de consumo é mais realista porque faz você ponderar um pouco a força do pedal da direita.

2014-04-26 20.58.34

Abasteci com Podium para poder medir o comportamento do carro, a Petrobrás informa que é a melhor gasolina do Brasil hoje disponível, mas infelizmente já tive avaliações ruins desta gasolina, depois aprendi que existe 2 postos muito bons da Petrobrás em SP (Avenida Europa e Avenida Indianópolis) ambos são lugares seguros e o preço da gasolina é exatamente o mesmo R$ 3.8 o litro do ouro.

Quando abastecido com Podium o rendimento do carro é outro, realmente ele tem respostas mais rápidas.

2014-04-26 21.13.36

Mantendo a média de 29km/l (trânsito mediano) o carro fez uma média de quase 11km/l. Sem abusar muito do acelerador claro, eu queria saber qual seria o melhor consumo sem exageros.

2014-04-06 19.13.37

O Lancer é um carro que dispensa comentários quanto ao design, alguns não gostam muito do carro por causa da traseira um tanto quanto quadrada demais para os padrões atuais, mas a frente invocada no estilo “Tubarão” e os faróis avantajados dão uma cara de mal para carro muito difícil de encontrar nos carros de hoje.

2014-03-09 12.12.12

A foto não está muito boa mas queria mostrar exatamente este ângulo, a traseira reta do Lancer é algo que me agrada muito. A ausência de um sensor de estacionamento dificulta um pouco a manobrar o carro em lugares fechados ou em dias de chuva.

Mas no geral é um carro muito fácil de dirigir, acho justamente esse jeito quadrado da traseira facilitar porque “mentalmente” você consegue projetar o tamanho do carro, sabe que a traseira é reta então dificilmente você irá bater a traseira quando estacionar de ré.

Obrigado

 

 

31 dias com Mitsubihi Lancer


Boa noite

 

Novo carro para fazer a avaliação dos 31 dias.

O Sedan Médio Japonês, já no Brasil desde 2011, veio para brigar de frente com o Civic e o Corolla (líderes do segmento).

 

É inevitável ignorar a disputa entre os Subarus WRX STI com o Lancer Evolution X, embora a proposta do Lancer seja “popularizar” a marca no segmento de sedans médios, o Lancer fica um pouco atrás de seus concorrentes quando colocado na balança.

 

Comprar pela razão ou pela emoção?

É a primeira pergunta que se faz quando você pensa em um carro novo, se considerar a razão você irá colocar em uma balança os seguintes itens:

  • Custo
  • Benefício
  • Custo Manutenção
  • Custo Reparo
  • Revenda
  • Seguro
  • Consumo
  • Espaço
  • Potência
  • Consumo
  • Design
  • Marca
  • Modelo
  • Versão
  • + 20 itens…

Se for pela razão, você irá olhar para o carro apontar com o dedo e falar “eu quero”, independente de qualquer custo que o carro tenha, você pode comparar e olhar os prós e contras do carro, mas o Lancer é um carro que se compra pela Emoção.

Ele tem os seus atributos, entre eles o Design, Confiança pela Marca, Motor e Câmbio.

O câmbio automático é do tipo CVT, famoso pelo conforto e baixo consumo de combustível, entretanto é um câmbio que ronca, faz barulho ainda mais quando é exigido no modo esportivo de condução. Mas até aí nada grave com o carro, O Civic Manual por exemplo famoso pelo ruído da embreagem e o Corolla com problema no acelerador também não deixam de ser uma boa compra no mercado.

O Lancer é um autêntico japonês, fabricado no Japão. Como todo carro japonês ele possui poucos “mimos” não espere acessórios para ampliar o conforto do carro como nos coreanos ou toda aquela parafernalha existente nos carros da Fiat. No Lancer CVT (versão testada) que custa 73mil dilmas nem banco de couro vem.

A direção é a tradicional hidráulica, o carro possui 160cv e 20,1kgf.m de torque, o torque do motor do Lancer é maior do que do Civic SI que possuía 192cv e 19,2kgm.f de torque.

Lancer (2)

Tudo bem que o Civic SI era um verdadeiro esportivo – assim como o Lancer Evolution, Lancer Ralliart e Subaru WRX STI) a diferença é que todos os outros eram equipados com turbocompressor enquanto o Civic era aspirado.

O Lancer é um carro bem fácil de dirigir, retrovisores grandes, garantem boa visibilidade para conduzir o sedan. Para ser sincero a primeira impressão que se tem quando olha o carro de perto é “pensei que fosse maior” e por incrível que pareça é um pouco maior do que o Civic e um pouco menor do que o Corolla.

Irei comparar bastante o Lancer com o Civic e o Corolla, porque são de montadoras japonesas, normalmente os comparativos que eu vejo em revistas ou outros sites colocam o C4 Lounge no circuito, mas eu prefiro comparar os 2 primeiros com o Lancer do que um carro que é classificado como bom e que não possui um número expressivo de vendas.

Alguns itens são bem interessantes no Lancer CVT e são eles:

  • Motor de 160cv
  • Rodas aro 18 (Pneus Yokohama)

 

Olhando para os lados o Civic e o Corolla são Flex e ambos possuem direção elétrica o que torna mais leve e não rouba potência do motor.

Nos próximos dias irei avaliar o carro, assim como a rede de assistência técnica da Mitsubihi.