Jaqueta Air Bag


Boa noite

 

Vou publicar um vídeo interessante que eu vi perdido no Youtube a respeito da Jaqueta Air Bag

 

Qual é a sua opinião sobre o produto? Será que realmente funciona?

 

Pesquisando um pouco sobre o preço da Jaqueta, a mesma chega algo bem próximo de R$ 600, lembrando que a cada “utilização” efetiva da jaqueta, deve-se repor o gás que infla o air bag, cada carga de CO2 custa em média R$ 50,00…

 

Obrigado

[Dicas] – Economia de Combustível


Boa tarde

Dicas para Economia de Combustível
Antes de sair de casa, planeje bem o itinerário. Evite as vias mais congestionadas, mesmo que isso aumente o percurso em alguns quilômetros. Planejando o seu itinerário, você consegue organizar sua rotina e otimizar suas atividades.

Para quem mora em SP, poderá recorrer ao site da CET >> http://cetsp1.cetsp.com.br/monitransmapa/agora/ ou então acessar o Google Maps

Fonte: petrobras.com.br

Ready to the game


Boa noite,

Quem nunca se deparou com um par de dados coloridos em um retrovisor? Muito comum nos anos 50/60 os dados no retrovisor possuem um significado muito maior do que apenas um objeto de pelúcia pendurado….

É muito comum vermos estes dados em carros mais antigos, no estilo Old School, recentemente a moda do dadinho no retrovisor se popularizou e até carros mais novos estão com os dados pendurados.

Será que existe algum significado em ter um par de dados no retrovisor interno do carro? Ou seria apenas mais uma moda, como aquela da “Família Feliz”? Na verdade os dados são uma apologia ao jogo, muito comum nos cassinos americanos, os dados simbolizam que o motorista está pronto para a jogatina a qualquer momento, e entenda que jogatina para quem dirige, trata-se de um racha de rua.

Além disso quando o motorista pendura um par de dados no retrovisor, também significa que o motor recebeu algum tipo de preparo, seja veneno, aspirado ou turbinado, o carro não possui uma mecânica original provavelmente se o seu carro fosse original e aceitasse o racha, o desafiado ganharia com bastante facilidade.

O Ready to the game foi uma expressão muito comum para desafiar outra pessoa para um racha, aqui no Brasil é popularmente conhecido como “peguinha”, para mim não passa de uma tremenda filha da putagem sem tamanho, tirar racha na rua, além de colocar em risco a sua vida, coloca em risco a vida de outras pessoas.

Se normalmente sem tirar racha já vemos um monte de acidentes com vítimas…. com racha então, prefiro nem comentar.

Para quem gosta de esticar um pouco as marchas, segue abaixo o folder do Racha de Interlagos

Mais informações em: http://rachaeminterlagos.com.br/new/?p=181

Obrigado

Redes Sociais x Novo Honda CR-V


Boa noite,

É totalmente perceptível que todas as grandes montadoras criaram páginas no Facebook e não estou falando de perfis e sim de FanPages, páginas onde normalmente são publicadas notícias e informações de modelos da marca e campanhas (principalmente de marketing) para divulgar os resultados obtidos, campanhas e novos lançamentos.

Um dos novos lançamentos que tivemos nessa semana é a FanPage do novo Honda CR-V, um carro foi que totalmente redesenhado para voltar a competir em termos de design com os principais concorrentes. A geração antiga da CR-V não era feia, muito pelo contrário acho ela muito bonita e com um preço bem competitivo, a questão é a concorrência que modernizou muito em termos de design, tornando o CR-V um atrativo somente no quesito custo x benefício, em relação ao motor e design ela perdia para a Kia Sportage (por exemplo) e em acabamento interno na minha opinião empata.

Para você que tem um perfil no Facebook, confira a página nova de lançamento do carro.

http://www.facebook.com/hondaautomoveis?sk=app_291404320925452

Cronologia

1997 – Início de produção no Japão
2000 – Início de vendas no Brasil com motor 2.0 16V de 147 cv (março)
2002 – Segunda geração com motor i-VTEC 2.4 16V de 156 cv (abril)
2003 – Freios ABS, EBD, piloto automático e CD player (junho)
2005 – Motor 2.0 de 150 cv
2007 – Terceira geração importada do Japão
2008 – Importação do México nas versões EXL 4WD e LX 2WD (março)
2009 – Linha 2010 com pequena mudança na dianteira e alguns itens novos (dezembro)

2012 – Novo Honda CR-V

Obrigado

Restauração do Fusca 1974


Boa noite,

Restaurar carros não é uma atividade fácil, normalmente se leva tempo, dinheiro, paciência e coragem para decidir restaurar um carro. Pior ainda quando você começa acompanhar o serviço do carro. Falo isso porque estou restaurando um Fusca 1974 – Vermelho e a cada vez que eu vou na oficina ver o carro ou recebo fotos de como está o processo eu receio que ele volte pior do que ele foi.

As vezes eu acho melhor não ver o processo de “cabo a rabo” receber o carro no estágio final pode ser mais saudável para o coração, principalmente para quem gosta muito do carro ou aprendeu a gostar dele com o tempo, vejo as fotos e meus amigos pensam… “que por*** é essa que ele está fazendo?” e eu respondo: “Que merd*** que eu to fazendo?”…. em ambos os cenários o pessimismo está presente e a cada dia que passa o prazo para entrega do carro está chegando cada vez mais no target.

O funileiro por sua vez, está tranquilo na vibe dele, suave na nave, como diria alguns, olha para o carro e fala que está ficando uma obra de arte. Para mim eu vejo com o olhar mais crítico possível, um monte de jornal e respingos de tinta pela parede e partes do carro, a situação é desesperadora, para quem passou por isso sabe bem o que eu estou falando.

Vou compartilhar da minha emoção em ver um processo de restauração completo na lata, sem qualquer ponto de massa na lataria e mantendo o máximo possível de conservação do carro, o processo de pintura do carro é algo muito artesanal, requer paciência e dedicação do pintor, a cada vez que eu olho para o carro eu vejo uma grande evolução. Vou postar algumas fotos do processo e espero que gostem do trabalho.

O resultado final será gratificante (assim espero e esperamos), estou apenas no começo, após a pintura do carro ainda tem a parte elétrica, mecânica e tapeçaria do carro.

Estou buscando por recomendações para estes serviços e gostaria muito que os participantes enviassem suas sugestões de empresas. Infelizmente entrei em contato com algumas que deixaram bem claro que não trabalhavam com Fusca, porque é um carro barato…. sinceramente senti na pele o que é ser discriminado por andar de Fusca, o meu ficará bonito, chamará a atenção nos domingos de manhã na Av. Paulista (quando sol).

Vamos aguardar, o processo está apenas no começo, vou listar abaixo algumas dicas de como restaurar um carro:

1) Goste do carro: Restaurar um carro é algo que exige tempo e paciência, encontrar as peças do mesmo ano, marca, modelo e versão levará tempo… em alguns casos muito tempo, para carros importados, é bom reforçar o contato com amigos importadores, porque fatalmente faltará um farol ou item de acabamento interno que se encontra aos montes no Ebay e no Brasil custam R$ 600 ~ R$ 700.

2) Selecione bem o Funileiro/Pintor, evite acabamentos grosseiros feitos com massa para carros, esse tipo de técnica a médio prazo pode tornar o carro torto ou com desníveis na lataria a massa não dura o tempo que achamos que deveria durar e você fatalmente terá um re-trabalho na funilaria depois de alguns anos.

3) Coloque na balança, se você decidiu restaurar um carro o custo para equipar ele é praticamente o mesmo, se você tem um Gol Quadrado 1.0 e quer transformar ele no GTI 1.8 ou 2.0 com os bancos recaro é totalmente diferente de você pegar o mesmo carro e comprar tudo da época, o que deixará o carro bem mais simples e provavelmente menos emocionante. Um farol para Fusca original Cibié custa em média R$ 300,00 cada lado (farol completo) enquanto um paralelo mais novo custa R$ 90,00.

4) O processo é realmente lento, para obter a placa preta (carro de coleção) é necessária uma vistoria rígida. Não se compra a placa, despachante e nem clubes credenciados vendem, pode existir alguma mutreta para a placa preta, mas sinceramente não dou a mínima, a minha será conquistada, com muita história para contar. Já vi que será difícil encontrar pneus com câmara para Fusca, hoje em dia este tipo de pneu é encontrado somente por encomenda e demora….. além disso para passar pela vistoria precisa ser filiado a algum clube de antigomodelismo e para entrar existe uma taxa anual (relativamente salgada).

Bom chega de textos e vamos ao que interessa…. o processo em si de restauração.

Existem diversos carros esperando por uma boa restauração ou Hot Rod, vou postar 2 vídeos que dói o coração dos mais apaixonados por carros.

E a parte II do vídeo

Obrigado

Cronologia Chevrolet Corsa B


Boa noite,

Recentemente eu fiz um grande tópico falando sobre o Fiat Palio, esta semana o carro que merece destaque no site será o Chevrolet Corsa, o carro está presente no Brasil desde 1994, na época em que os carros estavam começando a ter linhas arredondadas, para quem não se lembra o Voyage, Gol, Chevette e Uno são um dos poucos exemplos de carros que foram produzidos no ano.

O carro mundial da Chevrolet está presente em diversos países da Europa, Ásia e América Latina, normalmente os carros sofrem alterações em seus nomes, no caso do Corsa não foi diferente, para os países que não adotaram o nome Corsa os nomes Chevrolet Sail e Chevrolet Barina substituíram tal nome.

Na Europa ele é montado pela Vauxhall e Opel (todas são Chevrolet). Voltando a falar sobre o carro, o Corsa veio para o Brasil com uma grande inovação, foi o primeiro carro nacional popular equipado com Injeção Eletrônica, nos anos 90 ainda era comum ver carros circulando com carburador ou o carburador eletrônico, que até hoje é odiado por mecânicos e proprietários.

O Brasil não recebeu o Corsa na sua primeira geração, ele já veio em sua 2ª Geração, conhecido como Corsa B. O carro veio em diversas versões: Corsa Wind 1.0, Corsa Wind Super 1.0, Corsa GL 1.4 e Corsa GSi 1.6 16v.

O GSI até hoje é um carro bem raro de ser encontrado, na época o preço dele era muito caro quando comparado como Corsa Wind, com um GSI dava para comprar tranquilamente 2 Corsas Wind, essa mania de brasileiro comparar os carros simplesmente pela estética ao invés de ter completa noção do que o carro vem de série. Um fato recente é o Civic SI onde até hoje eu vejo em fóruns falando que ele é um Civic equipado com motor 2.0… prefiro nem comentar porque isso renderia outro tópico e estamos aqui para falar do nosso querido Corsa.

O GSI é um esportivo equipado com o motor 1.6 16v com Teto Solar, AC, DH, Bancos e Rodas exclusivas. Infelizmente são poucos os modelos originais que vemos rodando por aí. Não comparem o motor 1.4 do Corsa dos anos 90 com os atuais motores 1.4, o atual é bem mais moderno, potente e econômico, quando comparado com esta versão que não vingou muito no mercado.

Em meados de 1996 ~ 1997 o Corsa teve mais 2 versões o Sedan (que hoje é o Classic) e a Pickup. Embora os houvessem versões 1.6 destes carros o motor 1.6  da época é bem diferente do motor 1.6 dos anos 2000 em diante. Os motores EFI (antigos) possuem somente 1 bico injetor, enquanto os MPFI possuem 4 bicos.

O Corsa teve diversas versões no mercado nacional, Hatch 2 portas, Hatch 4 portas, Station Wagon (Perua), Sedan e Pickup, abraçava todas as fatias do mercado, o Corsa é um excelente carro quando falamos de Custo x Benefício, embora seja comum encontrar no mercado versões sem Ar Condicionado e Direção Hidráulica, um Corsa continua sendo uma excelente compra, seu custo de manutenção é extremamente barato e encontra-se peças de reposição no mercado de forma fácil e rápida.

O Corsa é um carro bom para se equipar também, as rodas por exemplo podem ser herdadas de todos os carros da GM que possuam a furação 4×100 (Vectra, Astra, Meriva e Agile), é comum ver nas ruas Corsas com rodas de Astra e Vectra. A furação é comum também no Renault Megane antigo, dá para encontrar rodas de ferro aro 16″ que podem ser herdadas do Megane.

Particularmente o Corsa nas suas versões peladas nasceu para correr na pista de Interlagos em Track Day, o meu um dia terá a preparação necessária para correr sem ficar muito para trás, a versão pelada dá para equipar freios e rodas maiores e além disso um turbo com kit intercooler para resfriar o cofre do motor.

A instalação do intercooler é complicada para carros com ar condicionado, porque o cofre do corsa fica com pouco espaço livre para instalar este importante componente.

Cronologia

1994 – Inicio de produção nas versões Wind 1.0 e GL 1.4 de 60 cv
1995 – Versão esportiva GSi 1.6 16V de 106 cv e versão picape
1996 – Injeção eletrônica MPFi, GL recebe motor 1.6 de 92 cv
1996 – Lançamento do Corsa Sedan e fim da versão GSi
1997 – Corsa Wagon
1997 – Série Piquet na cor amarela limitada a 1.000 unidades com motor 1.0
1998 – Série Champ – Referência à Copa da França
1999 – Sedan com motor 1.0 16V
1999 – Versão ST da picape
2000 – Faróis transparentes e novas lanternas
2001 – Fim da versão Wagon
2002 – Nova geração, fim da versão hatch antiga e da picape
2003 – Motor 1.8 FlexPower bi-combustível álcool/gasolina
2004 – Linha 2005, Corsa Classic passa a ser identificado apenas como Classic nas versões: Life, Spirit, e Super (agosto)
2004 – Versões da nova Geração passa a ser identificadas como Joy, Maxx, e Premium (agosto)
2005 – Motor 1.0 FlexPower bi-combustível álcool/gasolina e fim do motor 1.0 gasolina (setembro)
2005 – Versão SS (novembro)
2006 – Corsa Classic 1.0 VHC Flex com 72 cv (janeiro)
2006 – Fim do motor 1.6 no Corsa Classic (outubro)
2007 – Motor 1.4 Econo.Flex de 105/99 cv, acelerador eletrônico drive by wire, grade do radiador com barra cromada. Versões de acabamento: Maxx, intermediária, e Premium, topo de linha. A motorização 1.0 disponível com os pacotes Joy, de entrada, e Maxx, e o bloco 1.8 passa a equipar apenas as versões SS (Super Sport), no hatch e Premium, no sedan (junho)
2009 – Classic com motor VHCE com até 78 cv de potência, acelerador eletrônico (janeiro)
2009 – Fim dos motores 1.0 e 1.8 (maio)
2009 – Kit de personalização Energy com saias laterais, spoiler dianteiro e traseiro, aerofólio e adesivos (dezembro)
2010 – Reestilização do sedan Classic com mudanças externas na dianteira e traseira, sendo oferecido apenas na versão 1.0 LS (abril)
2011 – Fim de produção do Corsa Sedan (novembro)

Só para finalizar fiz um vídeo do meu Corsa, a edição não é das melhores, mas em breve terei um novo vídeo do carro.

Obrigado