Motor e Partes I


Bom dia,

Durante essa semana, estarei detalhando o motor e os componentes internos principais. Para os iniciados, interessados e aficionados estarei detalhando algumas funcionalidades importantes, não deixando de lado qualquer parte.

Bloco do Motor

O bloco do motor ou bloco de cilindros é uma peça fundida em ferro ou alumínio que aloja os cilindros de um motor de combustão interna bem como os suportes de apoio da cambota (virabrequim).

O diâmetro dos cilindros determina a cilindrada do motor.

Um bom exemplo de medição do diâmetro dos cilindros você verá no vídeo abaixo, no Corsa 1.0T da região de Campinas.

Os blocos são, na sua maioria, de ferro fundido, material resistente, econômico e fácil de trabalhar na produção em série. A resistência do bloco pode ser aumentada, se for utilizada na sua fabricação uma liga de ferro fundido com outros metais.

Alguns blocos de motor são fabricados com ligas de metais leves, o que diminui o peso e aumenta a dissipação calorífica; são, contudo, de preço mais elevado. Como são também mais macios, para resistir aos atritos dos pistões, os cilindros desses blocos têm de ser revestidos com camisas de ferro fundido. A camisa (câmara) de água – conjunto de condutores que através dos quais circula a água de resfriamento dos cilindros – é normalmente fundida com o bloco, do qual faz parte integrante.

Podem surgir rachaduras no bloco, em conseqüência da pressão causada pelo aumento de volume da água ao congelar, ou eboluir. Por vezes, essa dilatação pode chegar a desalojar os selos que vedam os furos resultantes da fundição. Os cilindros podem ser dispostos numa só fila em sentido longitudinal (motores em linha), em duas filas, formando um ângulo entre si (motores em V), ou horizontalmente e em duas filas, uma de cada lado do virabrequim (motor de cilindros horizontais opostos). Nos motores de 4 e 6 cilindros estes, na sua maioria, estão dispostos em linha.

Quanto maior for o número de cilindros de um motor, mais suave será o seu funcionamento, sobretudo a baixa rotação. Na maioria dos automóveis de grande cilindrada (6 ou 8 cilindros) recorre-se à disposição em V. São poucos, em termos de porcentagem, os motores que utilizam o sistema de cilindros horizontais opostos.

Segue abaixo uma foto do Motor da M3 (BMW) V8

Vende-se Ford Ka – Zetec


Boa noite,

Para quem busca um carro ágil, confortável e de manutenção extremamente barata, está atrás de um Ford Ka. Equipado com um motor Zetec Rocam 1.0, pensando apenas 908kg, o Ford Ka 1.0 é uma das melhores escolhas de custo benefício do mercado de semi-novos.

Estou anunciando o Ford Ka de um amigo meu, interessados postem as dúvidas no campo abaixo ou enviem um e-mail para andre_cerberus@hotmail.com

O carro é completo, com ar e direção hidráulica de série, dono extremamente conversador com o veículo. O carro está equipado com um som de muita qualidade e rodas esportivas ao 14.

A cor azul perolizado é exclusiva da linha 2004, poucas unidades sairam nessa cor, tornando o carro um verdadeiro exclusivo “de série”.

O motor 1.0 de 65cv atende toda e qualquer necessidade do dia-a-dia, as rodas oferecem mais conforto e estabilidade na estrada também.

O carro nunca foi batido, sem detalhes e de baixa KM, manutenções realizadas periodicamentes, documentos em ordem.

Manual do proprietário e possibilidade de financiamento em qualquer Banco, entre em contato para saber valores e condições.

Ka Image 2004 – 1.0 – Completo (ar condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos, alarme, rodas de liga leve, engate) – Apenas abastecer e andar.

Adicionado em 01 de Setembro de 2010.

Vendido

Vende-se Vectra 2008


Boa noite,

Para quem busca muita exclusividade, estou anunciando o Vectra de um grande amigo meu. Interessados por favor enviem um e-mail para andre_cerberus@hotmail.com solicitando mais informações.

Segue abaixo alguns detalhes do carro:

  • Vectra Elegance – 2008
  • Motor 2.4 – Turbo (310cv) – Forjado
  • Rodas aro 20 – TSW Heaven Italianas – Cromadas
  • Som com 1600w RMS – Mono e 280w RMS Stereo
  • Freios especiais PowerBrakes
  • Preparação Nascar PowerChips
  • Suspensão Preparada – Molas Eibach
  • Escapamento Alumínio – Giba Escapes Especiais
  • Bico Suplementar + FuelTech
  • DVD e Instrumentação Completa
  • Todos os acessórios originais acompanham o veículo
  • Único Dono Garantia de 3 anos e apenas 12mil km – Manual do proprietário carimbado, legalizado, documento em dia.

Segue abaixo algumas fotos.

Adaptação perfeita – motor 2.4 original do Vectra Elite no Elegance

Rodas exclusivas e body kit da Personal Parts

Instrumentação completa

 

Enviem as perguntas aqui no WordPress ou por e-mail.

Ford e o Motor Zetec


Boa noite,

O primeiro motor Zetec foi usado em 1992 em modelos Escort nas versões 1.6 e 1.8 e Fiesta na versão 1.8. O sistema de 16 válvulas foi desenvolvido pela Yamaha/Mazda e foi baseado em um bloco reforçado do motor CVH (Compound Valve-angle Hemispherical), que significa câmara de combustão hemisférica.

O Mondeo foi o único veículo a utilizar um motor Zetec de 2.0 litros, no ano de 1993. Os modelos mais antigos podem ser identificados olhando-se a cobertura da câmara, onde é possível ler “DOHC 16V”. DOHC significa “Double Over Head Came”, ou dupla árvore de comando sobre o cabeçote, configuração em que um comando aciona as válvulas de admissão e outro as de escapamento, criando a câmara de combustão com formato hemisférico. A vantagem da câmara hemisférica é a possibilidade de montar a vela de ignição no centro da câmara, o que favorece a combustão e ajuda a evitar a detonação ou “batida de pino”.

Em 1995 foram feitas algumas revisões no cabeçote de cilindros para evitar o problema de prisão da válvula causado pela classe baixa qualidade do combustível. Outras pequenas mudanças foram feitas, como melhorias no comando das velas e revisão da injeção. Este é o motor Zetec E, que pode ser identificado através da identificação “16V ZETEC” na cobertura da câmara.

Exceto pelo cabeçote de cilindros, a versão desenvolvida em 1998 é completamente diferente das demais. O bloco foi significantemente reforçado, já que os motores de 2.0 litros eram apenas versões melhoradas dos 1.8. Este motor, o Zetec R, possui agora mais metal entre os vãos e o filtro de óleo foi incorporado à base do bloco.

O depósito de óleo é um projeto muito melhor de duas peças, o que ajuda a reduzir o cabo flexível do bloco e também reduzir a queima do próprio óleo. O novo motor possui pistões cobertos com Teflon para suavizar o atrito e os tampões de rolamento estão também em uma estrutura única para aumentar a força. A correia possui um sistema de tensão muito melhorado, enquanto os platinados hidráulicos foram substituídos por variantes contínuas dos calços para o ajuste. Platinados contínuos proporcionam melhor controle das válvulas em altas rotações do motor e surpreendentemente neste motor estas são muito quietas quando operam. A bomba de água foi completamente revisada, e agora é uma bomba externa com grandes aletas para um fluxo melhor. Este era o projeto controverso que causou ao ao Focus WRC alguns problemas em seu período de estréia no Rally. Os injetores no Zetec R foram redesenhados e, além de serem muito mais silenciosos na operação, possuem um sistema melhorado de injeção. Há agora dois jatos em cada gargalo da válvula (antes era apenas um).

Os intervalos de manutenção do Rocam são bem prolongados, com troca de óleo a cada 20.000 km, substituição de velas a cada 40.000 km e vida útil mínima estimada em 240.000 km.

Os intervalos de manutenção do Rocam são bem prolongados, com troca de óleo a cada 20.000 km, substituição de velas a cada 40.000 km e vida útil mínima estimada em 240.000 km.